Elon Musk remove as páginas da Tesla e SpaceX do Facebook

Em meio a discussões em sua conta do Twitter, Elon Musk aceitou o desafio de seus seguidores e removeu as páginas do Facebook da Tesla e da SpaceX. Cada uma delas, segundo o The Verge, tinha cerca de 2,6 milhões de seguidores. Nesta manhã, Musk recebeu uma onda de tweets após responder uma mensagem de Brian Acton, cofundador do WhatsApp, que continha a hashtag #deletefacebook. “O que é o Facebook?”, brincou Musk. Depois disso, um de seus seguidores sugeriu que ele deletasse a página da SpaceX da rede social. Ele respondeu que nem sabia que a página existia e afirmou que iria tirá-la do ar.

A discussão aumentou depois disso. Após alguém enviar uma imagem da página da empresa, ele disse que foi a primeira vez que ele havia visto aquilo e afirmou que ela seria deletada. Outra pessoa enviou a página da Tesla, e Musk respondeu “é meia-boca de qualquer forma”. Depois disso, todas as páginas foram deletadas – assim como a da Solar City, um braço da Tesla. No entanto, os perfis das empresas continuam a existir no Instagram, que é do Facebook.

A história não é isolada. No último domingo, veio à tona um escândalo sobre o uso de dados do Facebook. Os dados de 50 milhões de usuários da rede social foram parar nas mãos da Cambridge Analytica, empresa de mineração e análise de dados para campanhas políticas que assessorou a equipe do hoje presidente americano Donald Trump durante a disputa presidencial de 2016 nos Estados Unidos.

Você pode gostar...