Prefeitura de Canoas dá início à reforma de Unidade Básica de Saúde

Mesmo com a grave crise imposta pela falta de repasses de recursos para a saúde por parte do Governo do Estado, a Prefeitura de Canoas continua trabalhando de maneira constante para aprimorar os serviços médicos na cidade. Além das ações emergenciais que buscam amenizar os impactos da falta de recursos, o Executivo Municipal tem dado andamento em projeto estratégicos, como a melhoria das estruturas físicas de unidades de saúde. Nesta quarta-feira (21), foi assinada a ordem de início de serviço da reforma e ampliação da Unidade Básica Saúde (UBS) Cerne. O local vai receber melhorias e vai dobrar de tamanho.

A UBS que, hoje, conta com quatro equipes de Saúde da Família e uma equipe de Saúde Bucal, depois de remodelada, vai dobrar o número de profissionais. Desta forma, a UBS que atende, em média, 3.840 pessoas por mês, terá capacidade de atender até 8.000 canoenses. Será construída nova área de 179,35 m², composta de sala de espera, recepção, sanitários para pacientes com deficiência, sala de triagem, sala de vacina, sala de curativos, sala de inalação, sala de utilidades, sala de esterilização, sala de reunião de grupo.

O prefeito Luiz Carlos Busato destacou que Canoas tem buscado resolver os problemas, de forma condizente com a realidade financeira. “Estamos sempre buscando melhorias dentro das nossas condições. Temos feito um trabalho sério que respeita o dinheiro público”, disse. A secretária da Saúde, Rosa Maria Groenwald, destacou que as obras trarão benefícios não só para os pacientes, mas também para os profissionais que atuam na UBS Cerne. “É um dia muito feliz. Estamos dando melhores condições de trabalho para os profissionais da saúde que vivem diariamente a realidade deste local”, comemorou.

O obra tem custo total de R$ 515.294,90. Parte desse valor, R$ 194.100, é oriundo da uma emenda parlamentar do senador Paulo Paim. Esse dinheiro veio como recurso vinculado e, como determina a legislação, deve ser aplicado exclusivamente neste projeto.

Outras unidades são reformadas

Com investimento total de R$ 3 milhões, outras seis UBSs receberão reforma, serão ampliadas e terão maior número de consultórios e salas, o que irá fazer com que o atendimento nas unidades seja mais rápido e confortável. Juntas, essas sete UBSs atendem mais de 12 mil pessoas por mês, que serão diretamente beneficiadas. Serão reformadas e ampliadas as unidades Caic, Cerne, Nova Niterói, Mato Grande e Prata, Guajuviras e Estância Velha. E as novidades na área da saúde não param por aí, nos próximos meses será entregue à população a Clínica de Saúde da Família São Vicente, local que vai oferecer mais de 30 serviços médicos

Você pode gostar...