33ª Feira do Livro é aberta oficialmente * Canoas

A abertura oficial da 33ª edição da Feira do Livro de Canoas aconteceu neste sábado (24), na Praça da Bandeira, ao lado da Estação Canoas da Trensurb. Nos 15 dias de Feira do Livro estão previstas 30 sessões de autógrafos, mais de 40 encontros entre escritores e o público, além de peças de teatro, exibições de cinema e shows musicais. Uma equipe da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo irá promover contações de história ao longo da programação.

Na avaliação do Secretário de Cultura e Turismo, Mauri Grando, o evento é uma oportunidade também de fomentar a economia e o turismo na cidade. “O livro é o grande estandarte, porém, temos muitas outras atrações programas nesta edição”, afirmou Mauri. O titular da pasta ainda destacou o papel da Biblioteca Pública e dos equipamentos culturais da cidade no incentivo à leitura. Já o prefeito Luiz Carlos Busato reforçou que a Feira tem como objetivo propagar a cultura das leitura especialmente nos mais jovens.

A abertura também foi um momento de reconhecer o trabalho das professoras Sonia Petry e Maristela Freitas, que há 18 anos contam histórias e promovem o hábito da leitura. Elas estavam acompanhadas do boneco “Juca”. “Trabalhamos para todas as idades. Temos uma imensa vontade de levar o livro para todos os lugares. A contação de histórias é um serviço de grande importância para formação de novos leitores”, disseram elas na ocasião.

O patrono da edição 2017 é o escritor Demétrio Alves Leite, que desde 1970 reside em Canoas. “Minha origem simples do interior do Alegrete. Meus pais mal sabiam ler e escrever. A homenagem me emociona. Os livros são o trilho para o conhecimento. Nos transportam para viagens sem fim”, disse ele.

O escritor Ziraldo, homenageado deste ano, teve que cancelar a viagem por recomendação médica. Mas deixou um recado, através de um vídeo reproduzido aos presentes com o seu característico bom humor, prometendo que estará presente até o final do evento. “Como o município se chama Canoas gostaria de ir de barco e voltar de avião que é o símbolo da cidade. Peço desculpas pela ausência, mas quero em breve quero estar na cidade”, disse o escritor.

Município homenageado

O município de Guaíba é o homenageado da edição 2017 da Feira do Livro. O prefeito José Sperotto, que esteve na abertura, anunciou que na edição 2018 da Feira do Livro de Guaíba o município homenageado será Canoas. “Na nossa Feira do Livro de Guaíba não temos esta tradição de homenagear uma cidade. Mas vamos seguir esse belo exemplo de Canoas a partir do próximo ano. E já oficializo aqui diante de todos que Canoas será nossa primeira cidade homenageada”, disse. A Feira do Livro de Guaíba é realizada no mês de maio e em 2018 chegará à 29ª edição;

Domingo

No domingo a abertura das bancas aconteceu às 14h. Em razão da ausência do escritor Ziraldo, que tinha uma sessão de autógrafos marcada para as 16h, no mesmo horário foi realizada uma contação de história dos seus livros com Bárbara Catarina.

Você pode gostar...