EAD da Ulbra amplia abrangência com a inauguração de três novos polos

A Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) celebra a abertura de novos polos EAD no país, dois deles nos municípios gaúchos de Sapucaia do Sul e São Sebastião do Caí e o terceiro na cidade de Samambaia, no Distrito Federal. A conquista marca o recredenciamento da Instituição para oferta de cursos superiores na modalidade a distância, anunciado pela Portaria nº 1.222 do Ministério da Educação no último dia 20 de setembro. Uma das Unidades está localizada junto ao Colégio Ulbra São Lucas, em Sapucaia do Sul, as demais são de parceiros locais credenciados, todas estão aptas a ofertar os cursos da grade já no primeiro semestre de 2018.

“Ampliar a oferta e captar novos alunos, complementando o grupo de polos e parceiros é o nosso objetivo aqui no Rio Grande do Sul, enquanto buscamos fixar a marca da instituição no Distrito Federal com a abertura da primeira unidade local”, destaca Paula Maines, diretora da EAD. A flexibilização das regras para o Ensino a Distância divulgadas pelo MEC em maio deste ano, tornou mais viável o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade Luterana do Brasil para os próximos quatro anos, uma vez que reduz o tempo de tramitação de documentos, antes superior há 24 meses. A Ulbra já soma 83 polos EAD pelo Brasil, 62 deles com ofertas abertas para 2018, atendendo o total de dez mil alunos em todo território nacional.

Trabalho e transparência

O processo de recredenciamento da EAD iniciou em 2011, contando com diversas avaliações através de visitas in loco de profissionais do MEC nos Polos, além da vinda à sede da gestão, em Canoas. A publicação da Portaria tem como base o relatório do Conselho Nacional de Educação, através da Câmara de Educação Superior que aprovou unanimamente, o relatório apresentado pelos conselheiros. A retomada desta credencial comprova o trabalho sério e de qualidade que vem sendo realizado dentro da Universidade, não apenas na modalidade EAD, como também nos cursos presenciais.

As mudanças nos processos administrativos e pedagógicos trouxeram segurança principalmente aos alunos, encerrando com esta portaria o ciclo de adequação que a instituição atravessava. A meta agora é seguir com a mesma responsabilidade e qualidade, mantendo o resultado positivo, não apenas na próxima avaliação do MEC que acontece a cada cinco anos, mas em todos os serviços de aprendizagem EAD entregues pela instituição.

Você pode gostar...