Inovações para a indústria do leite serão apresentadas no Salão do Empreendedor

Os empreendedores interessados em investir ou melhorar seu negócio com foco na produção de leite e derivados (agroindústria) encontrarão informações técnicas no Salão do Empreendedor, durante a 40ª Expointer. A iniciativa é da FARSUL, do SENAR-RS e do SEBRAE/RS, através do programa Juntos para Competir, em parceria com Fecomércio/Senac-RS, SENAI-RS e apoio da Embrapa. O Salão do Empreendedor fica no Pavilhão Internacional e todas as atividades são gratuitas. A Expointer ocorre entre 26 de agosto e 3 de setembro, em Esteio.

Segundo o IBGE, em 2015, o Rio Grande do Sul produziu mais de 12 milhões de litros de leite por dia, somando 4,68 bilhões de litros ao ano. Os mais de 84 mil produtores de leite gaúchos vendem para indústrias, queijarias e cooperativas ou possuem agroindústria própria. Pela primeira vez no Salão do Empreendedor, será montada uma estrutura para receber interessados em iniciar ou melhorar seu negócio na área de leite e derivados.

No espaço, um técnico especializado estará à disposição para orientar o público em todos os processos do empreendimento. Os visitantes poderão acompanhar a demonstração de uma pequena indústria de queijo, montada no local. Uma TV Touch ficará em funcionamento disponibilizando informações da produção do leite, agroindústria do queijo, legislação, custos, estrutura e equipamentos necessários. Itens da produção gaúcha estarão expostos em um balcão refrigerado para que os visitantes conheçam a origem de cada produto. Palestras sobre o tema estão programadas para os dias 28/08, 31/08 e 02/09. Todas as atividades serão gratuitas.

Sobre o Salão do Empreendedor

Pelo segundo ano na Expointer, considerada uma das principais feiras do setor agropecuário na América Latina, o Salão do Empreendedor terá sua programação orientada a partir dos sete segmentos selecionados por seu potencial de desenvolvimento no Rio Grande do Sul: Apicultura, Horticultura, Olivicultura, Ovinocultura, Pecuária de Corte, Leite e Vitivinicultura. Neste ano, todo conteúdo, atividades e atrações interativas proporcionados pelo Salão do Empreendedor estarão relacionadas à ideia de mostrar as principais cadeias produtivas do Rio Grande do Sul com a perspectiva ‘do campo à mesa’. Dessa forma, o público conseguirá perceber a conexão do que é fornecido pelos produtores rurais, passando pelos meios de processamento até a oferta ao consumidor.

Com a inclusão da Fecomércio/Senac-RS, do Senai-RS e da Embrapa (apoio) ao grupo de entidades responsáveis pela organização do espaço e das atividades, o Salão torna-se mais completo. “A grande ideia é mostrar como se faz e o que está envolvido na produção de itens do dia a dia – detalhando cuidados, técnicas e tecnologia – e, claro, além disso, gerar oportunidades de negócios”, diz o presidente do Sistema Farsul e do Conselho Deliberativo Estadual do SEBRAE/RS, Carlos Rivaci Sperotto.

Você também poderá gostar...