Prefeito faz um balanço da gestão na sede do Sindilojas * Canoas

O Prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, apresentou nesta terça-feira (11) um balanço dos primeiros 100 dias de gestão, na sede do Sindilojas Canoas, no encontro promovido pelo Fórum das Entidades Empresariais e de Profissionais Liberais de Canoas. Também esteve presente a Secretária de Saúde, Rosa Groenwald.

Saúde

Mutirão de Saúde promovido pela prefeitura foi detalhado pelo Prefeito Luiz Carlos Busato, que destacou o ingresso da iniciativa privada na ação. “Apenas um médico colaborou com 140 consultas, outros ofereceram de 30 a 50 procedimentos. Este engajamento será fundamental dentro da nossa meta de colocar a fila de atendimentos em dia num prazo de três meses”, explicou o Prefeito. Neste terça-feira, o Centro de Saúde (rua Frei Orlando, 141) atenderá 20 pacientes de Dermatologia. O espaço terá horário estendido nas terças e quintas-feiras para que médicos voluntários atendam os pacientes.

Outro tema abordado foi a situação dos hospitais. “Nos próximos dias, vamos entrar dentro do HPS da mesma forma que fizemos no Hospital Universitário. Estamos realizando auditoria no contrato com o Gamp (Grupo de Apoio e Prevenção à Medicina), também dentro da Secretaria de Saúde. Precisamos resolver a situação do Hospital Nossa Senhora das Graças, que está relutando em passar por este processo. Na auditoria de dez dias realizada em fevereiro, encontramos 200 contratos terceirizados. Queremos que o Graças continue atendendo, mas sabemos que a instituição precisa passar por uma transformação gerencial”, acrescentou Busato.

Como novidade na área da Saúde, o prefeito de Canoas explicou na reunião o projeto para que a população possa marcar consultas nos postos de saúde através de um aplicativo. “O objetivo é evitar que a pessoa falte ao atendimento e não possamos redirecionar. Queremos garantir sempre o bom uso da nossa estrutura”, disse.

O presidente do Fórum das Entidades Empresariais, Edilson Machado, colocou a necessidade do aprimoramento no relacionamento com os convênios dentro do município. “Recebemos um estudo de um importante plano de saúde que aponta um gasto de R$ 6 milhões dos canoenses em serviços de saúde no município de Porto Alegre”, ponderou Machado. O Prefeito de Canoas projetou no encontro a necessidade de revisão dos convênios oferecidos pelo Canoasprev, direcionando-os mais para os serviços de saúde do município. “Claro que isso vai envolver os hospitais melhorarem o atendimento”, acrescentou.

Aeromóvel

O tema do Aeromóvel foi abordado pelo prefeito de Canoas. Destacou os R$ 60 milhões já investidos e as condições para que o processo tenha continuidade, especialmente o empréstimo de R$ 262 milhões que seria assumido pelo vencedor da licitação. Ainda na área de transporte, garantiu a realização da licitação do sistema de transporte coletivo para o ano de 2018.

Presídio

Sobre o Presídio de Canoas, o prefeito informou que trabalha para reduzir o custo financeiro do acesso ao local. Destacou também a necessidade de rediscutir o projeto da construção do presídio no Guajuviras para detentos do semiaberto.

Finanças

Na área financeira, Luiz Carlos Busato reforçou a redução de custos implementada desde o início da gestão. “Reduzimos os gastos com cargos comissionados, aluguel de prédios e veículos. Continuamos trabalhando para cortar ainda mais nestas áreas. Para tanto, temos dois auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que foram cedidos para nos auxiliar. Estamos desenvolvendo um aplicativo que vai monitorar o uso da frota. Queremos também concluir o levantamento dos terrenos pertencentes ao município que estão sem uso, gerando apenas gastos. Desta forma, poderemos fazer permutas com construtoras que recebem o espaço e que nos devolvem como contrapartida escolas e postos de saúde”, explicou.

Ainda em relação às finanças, o prefeito mencionou a discussão com o Poder Judiciário para acelerar os questionamentos judiciais relativos a tributos, bem como o parcelamento de débitos até o mês de dezembro através do Refis.

Você pode gostar...