Quer viver no exterior? 8 lugares fantásticos

Você já sonhou alguma vez em pedir demissão e se mudar para algum lugar no mundo onde o custo de vida seja tão barato que você possa viver (quase) sem trabalhar? Pois é, essa ideia não é tão romântica ou impossível assim. Quem prova é a empreendedora Kathleen Peddicord, que fez desta fantasia de muita gente um negócio próprio. Com a Live and Invest Overseas, Kathleen ajuda as pessoas—- ou nômades, como define — a encontrar um local barato para viver. Ela tem experiência nesta busca: deixou Baltimore, nos EUA, aos 20 anos, por um emprego em Waterford, na Irlanda. Passou um tempo em Paris até encontrar um novo trabalho no Panamá, onde agora vive com o marido e a família. Em matéria publicada na Forbes, Kathleen indica oito lugares no mundo onde você pode viver de forma muito barata. “São lugares bonitos, receptivos e que oferecem conforto e um ambiente amigável”, diz.

O valor mensal relatado para cada uma das indicações é calculado considerando-se o custo de uma pessoa viver sozinha e inclui o aluguel de uma casa de dois cômodos em um bom bairro. É possível reduzir o valor conseguindo um lugar menor para morar. Os custos de transporte, entreteniment e alimentação também são relativos a uma só pessoa. Já a internet é obtida com um simples plano telefônico e, em alguns destinos, gastos com eletricidade ou aquecimento já estão inclusos no aluguel. Roupas, plano de saúde e outros custos não estão incluídos.

 

Confira abaixo: 

1. Carvoeiro, Algarve, Portugal
Carvoeiro, Portugal  (Foto: Bengt Nyman/Wikimedia Commons)

“Olhando para o mapa-múndi e baseada na minha experiência e das pessoas que conheço, esse é o primeiro lugar que eu indicaria para morar”, diz Peddicord, que descreve Portugal como o “segredo mais bem guardado da Europa antiga”. Carvoeira é uma pequena vila da costa do Algarve, com praias, águas cristalinas, boa comida, bom vinho, sol constante e muita história. “É um ótimo lugar para uma mulher solteira começar um negócio e uma nova vida”, afirma. “Eu acho que Carvoeiro é o melhor lugar para viver no exterior — a menos que você odeie a Europa ou praia”.

Orçamento mensal: (€1.069 ou R$ 3,6 mil)
Aluguel: € 650
Transporte: € 37,50
Gás: 0
Eletricidade: € 90
Água: 0
Telefone/Internet /TV a cabo: € 70
Entretenimento: € 96,50
Alimentação: € 125

2. El Poblado, Medellín, Colômbia
El Poblado, Medellín (Foto: william gil/flickr)

“A cidade em que Pablo Escobar viveu e aterrorizou está hoje em paz”, diz Peddicord, ao descrever Medellín, localizada nas montanhas da Colômbia. Ali, sua sugestão é El Poblado, um bairro no coração da cidade. “Medellín tem uma cultura rica, as pessoas são bem vestidas, educadas e receptivas. A cidade também oferece conforto, tranquilidade e uma boa vida por um custo razóavel”, diz. O clima é agradável, com baixa humidade, e atrai poucos turistas — que vão em peso a Cartagena.

Orçamento mensal: (4.760.000 pesos colombianos ou R$ 5,3 mil)
Aluguel: 3 milhões de pesos colombianos
Transporte: 150.000 pesos colombianos
Gás: 300.000 pesos colombianos
Eletricidade: 0
Água: 0
Telefone/Internet /TV a cabo: 300.000 pesos colombianos
Entretenimento: 410.000 pesos colombianos
Alimentação: 600.000 pesos colombianos

3. Las Terrenas, República Dominicana
Las Terrenas, República Dominicana (Foto: Max Bosio/Flickr)

“Las Terrenas é uma mistura de Caribe com França”, diz Peddicord ao descrever um pequeno município na costa norte da República Dominicana. “Uma grande comunidade de expatriados franceses vive nas areias brancas de um vilarejo que oferece bons restaurantes e saudações calorosas a quem chega”, afirma.

A infraestrutura está melhorando no local e obter residência fixa para morar é fácil — principalmente considerando os custos que você encontrará no restante do Caribe. Peddicord diz que quando as pessoas cogitam ir ao Caribe, a República Dominicana não é o primeiro lugar que lhes veem à cabeça — o que traz suas vantagens. “Lugares como as Ilhas Cayman e Bahamas são muito mais desenvolvidos,  mas não necessariamente de uma boa maneira. Os turistas pagam altos preços por serviços piores. A República Dominicana está se tornando uma economia forte e as taxas de criminalidade estão caindo”.

Orçamento mensal: (58.472,50 pesos dominicanos ou R$ 4 mil)
Aluguel: 36.500 pesos dominicanos
Transporte: 687,50 pesos dominicanos
Gás: 350 pesos dominicanos
Eletricidade: 2.755 pesos dominicanos
Água: 230 pesos dominicanos
Telefone/Internet /TV a cabo: 2.200 pesos dominicanos
Entretenimento: 6.750 pesos dominicanos
Alimentação: 9.000 pesos dominicanos

4. Santa Familia, Cayo, Belize
San Ignacio, em Belize. A 20 minutos de carro da Vila Santa Familia (Foto: @Zhu/Flickr)

“Se você quer deixar problemas e preocupações com relação a sua idade para trás, a pequena vila de Santa Família, em Cayo, Belize, está te chamando”, diz Peddicord. “Viver em Cayo é voltar ao modo mais básico, simples e doce de vida. Você irá conhecer seus vizinhos, eles te conhecerão e todos estarão cuidando uns dos outros”.

Peddicord relembra o que o jornalista Morley Safe, que ficou famoso pelo programa 60 Minutos, disse há 25 anos: “Ele sentou em uma canoa e falou: as notícias vindas de Belize é que não há nenhuma notícia em Belize”. E isto não mudou desde então. “É por esta razão que ela está na minha lista. Cayo é uma região com diversos espaços abertos, ar fresco, clima morno e terra fértil. É o melhor lugar para se desconectar totalmente”. As desvantagens? Muitas estradas não são pavimentadas e a internet é muito ruim. Segundo Peddicord, Belize é um país com um governo de atuação limitada, recursos escassos e baixos orçamentos — o que é um ponto positivo à medida que deixa seus cidadãos viverem em paz. “As pessoas lá são autossuficientes”.

Orçamento mensal: (2.397,50 dólares de Belize (BZD) ou R$ 3,8 mil)
Aluguel: 1.200 dólares de Belize (BZD)
Transporte: 190 dólares de Belize (BZD)
Gás: 25 dólares de Belize (BZD)
Eletricidade: 350 dólares de Belize (BZD)
Água: 12,50 dólares de Belize (BZD)
Telefone: 100 dólares de Belize (BZD)
Internet:  100 dólares de Belize (BZD)
TV a cabo: 45 dólares de Belize (BZD)
Entretenimento: 175 dólares de Belize (BZD)
Alimentação: 200 dólares de Belize (BZD)

5. Chiang Mai, Tailândia
Templo budista Wat Chiang Man que fica em Chiang Mai, Tailândia (Foto: @Tetsushi Kimura/Flickr )

“A maior vantagem de viver em Chiang Mai é o custo de vida e o sistema de saúde. Uma pessoa consegue viver de modo confortável gastando 1 mil dólares por mês e você pode ter uma consulta com um médico que fala inglês por apenas 20 dólares”, afirma Peddicord. Em Chiang Mai, templos budistas modernos e antigos dividem espaço com escolas internacionais e bairros residenciais e comerciais. Há vários shoppings, lojas modernas, grandes lugares para alimentação, além de outras modernidades típicas do século 21. Peddicord alerta que é preciso saber fala o básico de tailandês para conseguir se estabelecer logo de início, mas grande parte das pessoas consegue se comunicar em inglês.

Orçamento mensal: (36.380 baht tailandês ou R$ 3,2 mil)
Aluguel: 25 mil baht tailandês
Transporte: 400 baht tailandês
Gás: 300 baht tailandês
Eletricidade: 2 mil baht tailandês
Água: 200 baht tailandês
Telefone: 600 baht tailandês
Internet:  1 mil baht tailandês
TV a cabo: 1.100 baht tailandês
Entretenimento: 1.280 baht tailandês
Alimentação: 4.500 baht tailandês

6. Barcelona, Espanha
Barcelona, Espanha (Foto: Flickr @Christine Zenino)

“É uma cidade vibrante, colorida e orgulhosa de si que combina o amor espanhol com a eficiência e organização típica dos catalães”, diz Peddicord. Para ela, a cidade é boa tão boa para viver quanto para passar férias. “A segunda maior cidade da Espanha pode ser explorada de um jeito fácil e rápido devido à forma compacta e bem organizada como foi construída. Há diversas oportunidades para diversão e entretenimento”. É a cidade das galerias, museus, monumentos, teatros, restaurantes e com uma praia ali, bem à frente.

Orçamento mensal: (€1.518,60 ou R$ 4,8 mil)
Aluguel: € 900
Transporte: € 40
Gás: € 80
Eletricidade: € 60
Água:€ 20
Telefone: € 45
Internet:  0
TV a cabo: € 20
Entretenimento: € 153,60
Alimentação: € 200

7. Granada, Nicarágua
La Calzada, principal rua de Granada, na Nicarágua  (Foto: Eileen Mairena Cunningham/Flickr @Alba Sud Fotografia)

“A Nicarágua é um país bonito com uma história turbulenta, mas que oferece um clima romântico, poético e se abre para os surfistas e viajantes amantes da natureza”, segundo Peddicord. Geograficamente, a Nicarágua possui duas grandes linhas costeiras, grandes lagos, vulcões, rios, florestas tropicais e regiões montanhosas.

Considerando isso, a Nicarágua tem tudo o que a Costa Rica tem, mas é pouquíssima explorada, menos desenvolvida e menos cara. No país, Peddicord indica a cidade colonial de Granada, que se destaca por sua arquitetura. “Essa é uma cidades mais antigas da América Latina e está mais ocupada hoje do que em seus cinco séculos de história. Atrai turistas e expatriados em número recorde”, diz ela.

E por quê? “Ela parece uma cidade que saiu de um conto de fadas com seu lago, vulcão e montanhas. À noite, o cenário que você encontra é o de um céu colorido, que espelha um bonito pôr do sol. O amarelo contrasta com o branco das catedrais em uma paisagem que poderia facilmente ser uma tela de Matisse”, diz.

Orçamento mensal: (35.945 córdobas ou R$ 3,9 mil)
Aluguel: 22.870 córdobas
Transporte: 500 córdobas
Gás: 290 córdobas
Eletricidade: 3.525 córdobas
Água: 285 córdobas
Telefone: 150 córdobas
Internet/TV a cabo:  1.000 córdobas
Entretenimento: 2.450 córdobas
Alimentação: 4.875 córdobas

8. Kota Kinabalu, Bornéu, Malásia
Kota Kinabalu, em Bornéu, Malásia (Foto: Thinkstock)

“O clima relaxado e silencioso da cidade a faz uma das mais agradáveis para morar na Ásia.  O custo de vida é muito baixo e há ainda um sistema de saúde de alto padrão a custos baixos”, segundo Peddicord. A cidade é pequena e pode ser percorrida a pé. “A vida gira em torno da água e é vivida da porta para fora. Você pode gastar seu tempo mergulhando, passeando de barco ou pegar uma balsa do centro para as ilhas vizinhas”. É um lugar que oferece um misto de aventura e excentricidade, bem como um estilo de vida sereno, próximo a natureza.

Orçamento mensal: (US$ 850 ou R$ 2,7 mil)
Aluguel: 2.500 ringgits (MYR)
Transporte: 100 ringgits (MYR)
Gás: 30 ringgits (MYR)
Eletricidade: 200 ringgits (MYR)
Água: 20 ringgits (MYR)
Telefone: 50 ringgits (MYR)
Internet:  60 ringgits (MYR)
TV a cabo: 70 ringgits (MYR)
Entretenimento: 253 ringgits (MYR)
Alimentação: 550 ringgits (MYR)

Você pode gostar...