“QUERO QUE VOCÊS TENHAM ARMAS”, DIZ BOLSONARO A APOIADORES

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender, nesta terça-feira (12/1), que a população brasileira adquira armas. Na saída do Palácio da Alvorada, o chefe do Executivo falou a apoiadores do desejo de facilitar o comércio de armamento. Segundo Bolsonaro, a medida oferecerá liberdade e garantia de proteção à família. Ele destacou, contudo, que a decisão sobre o assunto também depende do Congresso e, por isso, está empenhado em emplacar candidatos do Planalto nos cargos, a fim de dar celeridade a pautas do tipo. Bolsonaro repetiu que “povo armado é povo que não será escravizado”. “Quero destravar a questão de armas no Brasil. Em 2020, nós vendemos quase o dobro de armas de 2019, de armas legais. Quero que vocês tenham armas, porque arma é uma liberdade para vocês. É a garantia que você vai dentro da sua casa, né, dar o direito da sua família ser protegida. Sempre digo: povo armado é povo que não será escravizado. Isso passa pela direção das mesas da Câmara e do Senado. Então a gente quer, pô. A gente quer que as questões sejam votadas e não sejam travadas. Se não bota em votação, não tem como a gente buscar soluções para muita coisa. E olha, quem vai decidir é o parlamento e quem coloca o parlamento lá dentro são vocês”, completou o mandatário.

Você pode gostar...